TAM e LAN terão uma única marca

A TAM e a LAN terão uma única marca, descartando, assim, a manutenção das duas bandeiras, como é atualmente. A nova marca, que pode ser tanto a junção dos nomes das empresas chilena e brasileira quanto um nome completamente diferente, deverá ser anunciada ainda este ano, de acordo com a assessoria de imprensa da TAM. A marca está sendo elaborada com a consultoria Interbrand.

Após o anúncio do novo nome, a previsão é de que a integração, que inclui pintura de aeronaves, novos uniformes e unificação de sistemas de reserva, seja concluída em um ano e meio. Assim, o passageiro terá a sensação de estar viajando com a mesma companhia.

A união das duas aéreas foi concluída em junho de 2012, com a criação da Latam, resultando na maior companhia aérea da América Latina.

Corte de custos
O presidente da Latam Airlines, Enrique Cueto, informou na quarta-feira (29) que haverá redução gradual de custos de 5% até 2018, da ordem de US$ 650 milhões. De acordo com a assessoria da TAM, o processo de otimização de custos será feito por meio de automação, simplificação e centralização de processos, bem como de maturação de projetos de tecnologia da informação que já estão em curso. A previsão é de que sejam investidos US$ 100 milhões em tecnologia.

O corte nas despesas virá com a chegada de aviões mais eficientes, como os 27 jatos Airbus-350, até demissões na área corporativa com a informatização de processos, e também a não-reposição de saídas de funcionários da área operacional, cuja rotatividade é de 10%, de acordo com Cueto.

O corte de despesas ocorre, segundo Cueto, devido aos prejuízos registrados pela companhia em decorrência do fraco cenário econômico da região em que atua e aumento da concorrência.

fonte

A TAM e a LAN terão uma única marca, descartando, assim, a manutenção das duas bandeiras, como é atualmente. A nova marca, que pode ser tanto a junção dos nomes das empresas chilena e brasileira quanto um nome completamente diferente, deverá ser anunciada ainda este ano, de acordo com a assessoria de imprensa da TAM. A marca está sendo elaborada com a consultoria Interbrand.

Após o anúncio do novo nome, a previsão é de que a integração, que inclui pintura de aeronaves, novos uniformes e unificação de sistemas de reserva, seja concluída em um ano e meio. Assim, o passageiro terá a sensação de estar viajando com a mesma companhia.

A união das duas aéreas foi concluída em junho de 2012, com a criação da Latam, resultando na maior companhia aérea da América Latina.

Corte de custos
O presidente da Latam Airlines, Enrique Cueto, informou na quarta-feira (29) que haverá redução gradual de custos de 5% até 2018, da ordem de US$ 650 milhões. De acordo com a assessoria da TAM, o processo de otimização de custos será feito por meio de automação, simplificação e centralização de processos, bem como de maturação de projetos de tecnologia da informação que já estão em curso. A previsão é de que sejam investidos US$ 100 milhões em tecnologia.

O corte nas despesas virá com a chegada de aviões mais eficientes, como os 27 jatos Airbus-350, até demissões na área corporativa com a informatização de processos, e também a não-reposição de saídas de funcionários da área operacional, cuja rotatividade é de 10%, de acordo com Cueto.

http://g1.globo.com/economia/negocios/noticia/2014/10/tam-e-lan-terao-uma-unica-marca.html