Pesquisadores desenvolvem o Enactive Torch, uma bengala eletrônica para cegos

Um novo tipo de sensor pode ajudar cegos a detectar objetos à frente deles. Chamado Enactive Torch, o equipamento envia sinais infravermelhos que permitem ao usuário perceber objetos próximos, graças a um pequeno vibrador preso ao pulso que alerta quando o sujeito está próximo de uma parede ou batente de porta, por exemplo.

O dispositivo foi criado por Luis Favela, Tom Froese e Adam Spiers, na Universidade de Cincinnati. O objetivo é oferecer uma alternativa tecnológica aos cegos, já que os mesmos dependem da bengala ou de um cão guia como únicas opções.

O equipamento é bem grande por enquanto, mas seus criadores esperam criar uma versão mais compacta depois dele passar por mais experimentações. Atualmente seu tamanho é de aproximadamente 15 centímetros de comprimento.

Favela fala sobre a decisão de criar o Enactive Torch:

Em minha pesquisa eu descobri que existe um estigma emocional sobre as pessoas cegas, particularmente crianças. Quando você está na escola fundamental quer ser parte de um grupo, isso é difícil quando você carrega uma bengala.

27 estudantes vendados serviram como objeto de estudo em um ambiente desconhecido. Eles conseguiram se deslocar facilmente por portas e evitar paredes, além de desviar de objetos próximos aos pés.

Segundo Favela não há grande diferença no desempenho dos participantes usando o Enactive Torch, a visão ou uma bengala comum. Ele afirma ter ficado surpreso como o sentido do tato pode ser equivalente ao da visão.

fonte

http://meiobit.com/295655/pesquisadores-desenvolvem-o-enactive-torch-uma-bengala-eletronica-para-cegos/