O perigo de perder a sua marca

Nos dias de hoje, é cada vez mais importante que empresários e empreendedores protejam as suas marcas. Mesmo que estejam a ser usadas há anos ou mesmo há décadas, mesmo que seja uma marca conhecida mundialmente, se ela não estiver registada devidamente, pode perdê-la definitivamente. E, pior do que isso, ser proibido de a usar.

O caso mais flagrante é de Cristiano Ronaldo, estrela do futebol, mundialmente conhecida, que há vários anos utiliza a marca CR7 para os mais variados produtos e negócios, principalmente em lojas de roupa.

Mesmo sendo reconhecida em todo o mundo e imediatamente associada ao melhor jogador do mundo, o que é certo é que a marca CR7 está envolvida numa batalha legal, que se arrasta há vários meses pelos tribunais dos Estados Unidos.

Um empresário americano na área do fitness utiliza há vários anos a marca CR7, alegando que corresponde às iniciais do seu nome – Cristopher Renzi – e ao dia do seu aniversário: 7 de Outubro.

Segundo o jornal Expresso, a marca foi registada em 2009, nos Estados Unidos, por Renzi que desde aí a usa para comercializar calças de ganga e t-shirts. A marca CR7 é ainda usada para dar nome ao programa de fitness criado pelo empresário americano.

Os representantes de Cristiano Ronaldo nos EUA recorreram à entidade americana de registo de patentes, formalizando um pedido para que a marca seja retirada a Cristopher Renzi. Os advogados alegam que a marca CR7 está “tão diretamente ligada à fama e reputação de Cristiano Ronaldo que levaria o público em geral a presumir de imediato uma ligação ao jogador de futebol”.

Mas o que é certo é que o empresário americano diz-se detentor da marca e não quer abrir mão dela. Recentemente, avançou com um processo para obter uma declaração de propriedade da sigla,  apresentado num tribunal norte-americano de Rhode Island. Este procedimento pode confirmar a propriedade da marca, impossibilitando o futebolista de usar a famosa sigla CR7 nas roupa que pertende comercializar nos EUA.

O caso é um alerta a todos os empresários, comerciantes e empreendedores. Se alguém tão influente, poderoso e com tantas recursos financeiros como Cristiano Ronaldo pode perder a sua marca, então todos estamos sujeitos a isso.

Não perca tempo. Em matéria de marcas, mais vale prevenir do que remediar.

Faça já o seu pedido de registo de marca. Na Assunto em Curso há sempre uma equipa profissional pronta para o assistir em todos os passos deste processo.
O perigo de perder a sua marca

fonte

http://assuntoemcurso.pt/noticia.php?id_not=11