Inventor brasileiro busca parceria com empreendedores

Com mais de 800 ideias estocadas e algumas colocadas em prática e patenteadas, o inventor Paulo Gannam busca parcerias com empresas fabricantes para inserir seus produtos no mercado. Fazem parte do portfólio de Paulo uma invenção que promete acabar com danos nas rodas e pneus do carro durante o estacionamento; um aparelho de comunicação instantânea que alerta qualquer problema identificável em um veículo; protetores de unhas para pessoas com ‘mania de roer unha’; e uma lixa três em uma para unhas, criada em parceria,

“Crio novos produtos e solicito a patente deles, visando fazê-los chegar um dia ao mercado. Atualmente tenho quatro invenções registradas pelo (INPI) Instituto Nacional da Propriedade Industrial e mais de 800 ideias para colocar em prática, mas preciso encontrar startups e empreendedores interessados em cooperar, para juntos fazermos uma filtragem, patentearmos e fazermos o lançamento do produto”, conta Gannam.
Paulo sempre publica artigos relacionados ao tema invenções e inovações. Defensor de seus direitos, o inventor lamenta pela falta de incentivo e valorização da classe no País. Em uma de suas entrevistas ao Jornal Edição Brasil, ele fala sobre a dificuldades da atividade de inventor autônomo, pessoa física, no País.

“Sofremos com a burocracia e a falta de incentivos. Há um excesso de taxas e de serviços para solicitar, acompanhar e receber sua carta-patente. São cerca de 11 anos para concluir esse processo. O pouco que é feito é muito burocrático. Por exemplo, os programas editados por fundações de amparo. O governo e os legisladores partem da premissa de que somos tão corruptos quanto uma parte deles. Por isso, usam meios excessivamente restritivos, burocráticos e prejudiciais no apoio aos que precisam desenvolver uma ideia que, para ter êxito, por essência, não pode ser submetida a processos burocráticos”.

Invenções:

Lixa Três em Uma para Unhas

Pensando em promover maior praticidade e conforto na hora de lixar as unhas, os inventores Paulo Gannam e Fernanda Queiroz Gannam criaram um formato de lixa inovador: “Lixa para unhas três em uma”. Trata-se de um produto inédito no mercado, cuja extremidade é arredondada e fina. Suas funções consistem em uma parte dar brilho, outra, lixar a superfície das unhas, e, entre as pontas, no cabo dessa lixa, há uma superfície circular para lixar o contorno da unha com diversos graus de aspereza/espessura em sua circunferência, conforme preferência do usuário.
Este invento, que já tem amostras para demonstração, agrega diversos benefícios, entre eles: não será mais preciso comprar várias lixas, economizando espaço na bolsa, estojos e etc., maior eficiência no ato de lixar devido ao seu formato específico que atingirá bem as áreas desejadas sem risco de esfoliações da pele em volta, tudo isso com um excelente custo x benefício.

Protetores de Unhas para pessoas com mania de roer unha

Paulo Gannam, um roedor de unhas desde criança, desenvolveu um “Protetor de Unhas para Portadores de Onicofagia”. Trata-se de uma película que reveste as unhas do usuário de forma elegante e discreta, sem causar desconforto algum, pois cobrem apenas as unhas sem incomodar o tato, e pode ser usado por homens e mulheres.
Alguns modelos do invento se propõem a possuir um sistema de pressão sobre a região desejada, com furinhos para permitir maior possibilidade de transpiração. Outros teriam uma base circular de pressão para que o restante do tecido que cobre as unhas seja mais suave, evitando desconfortos numa região maior dos dedos.

Segundo o inventor, o protetor de unhas inibe um hábito autodestrutivo e incentiva a pessoa a começar a identificar quais sentimentos estão envolvidos no momento em que ela deseja roer as unhas automaticamente.

Comunicador Gannam

Aparelho que permite a comunicação entre motoristas para prevenir acidentes e trocar informações de forma rápida e segura. O inventor informa ter desenvolvido nova forma de também interligar a comunicação dos que tem o Comunicador com os que não tem por meio de um APP! Exemplos: luz de freio queimada, pneu murcho, luz de ré queimada, porta entreaberta, pessoa doente no carro, farol alto, e assim por diante.

O dispositivo também facilita o rápido intercâmbio de informações entre motoristas, que poderão alertar uns aos outros sobre problemas identificados nas rodovias, como acidentes e animais à frente, incêndios, neblina, etc.

Sensor que alerta o condutor do carro quando estiver próximo de encostar roda/pneu/calota na calçada

Paulo Gannam desenvolveu um “Sensor lateral de estacionamento para proteger pneus, rodas e calotas junto ao meio-fio”. Para o inventor, que já dispõe da prova de conceito do produto feita em PIC e em Arduino, o principal benefício do produto é o fato de ser mais acessível e atingir um público mais amplo, seja pessoas de menor poder aquisitivo, seja aquelas de maior poder aquisitivo que não tem interesse em gastar horrores com produtos de assistência abarrotados de sensores e/ou câmeras e seus softwares: os chamados ADAS (Advanced Driver Assistance Systems).

O invento permite o conhecimento antecipado e preciso de uma distância segura entre pneus/rodas e o meio-fio, proporcionando maior tranquilidade ao motorista, com uma margem de segurança ao estacionar o carro, eliminando aquele desgaste nos pneus e nas rodas por meio de arranhões, rupturas, manchas, etc.

Contatos:
Empreendedores ou pessoas que queiram entrar em contato com Gannam e saber um pouco mais de seu trabalho, podem mandar um e-mail parapgannam@yahoo.com.br ou ligar no 55 (35) 9 8404 4124.

fonte

http://www.rolnews.com.br/noticia/inventor-brasileiro-busca-parceria-com-empreendedores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *