Estudantes criam aparelho que apaga incêndios com ondas sonoras

Dois estudantes de engenharia do estado americano da Virginia inventaram um jeito diferente de apagar incêndios. Ao invés de água ou produtos químicos, o aparelho criado por Seth Robertson e Viet Tran usa ondas sonoras para exitnguir as chamas.

O projeto começou como uma ideia para o trabalho de conclusão de curso da dupla. Após um ano de testes, eles construíram um gerador e amplificador de som portátil de 600 dólares que consegue apagar diferentes tipos de incêndio.

Robertson, de 23 anos, e Tran, de 28 anos, registraram uma patente provisória do aparelho em novembro, garantindo à dupla um ano para testar o sistema em outros tipos de material inflamável. Até agora, o aparelho apaga apenas incêndios no qual o álcool é combustível.

Os estudantes já haviam visto pesquisas sobre como ondas de som podem apagar chamas, mas nenhum aparelho existente no mercado funcionava como deveria. “Achamos que poderíamos ser as pessoas que fariam essa tecnologia funcionar. Essa foi a inspiração para o projeto”, diz Robertson ao jornal Washington Post.

As ondas sonoras funcionam como ondas de pressão, deslocando parte do oxigênio que alimenta o fogo, à medida que elas viajam no ar. Em uma determinada frequência, as ondas de som separam o oxigênio do combustível. A onda de pressão vai e volta no ambiente, agitando o ar em volta. Esse espaço criado é suficiente para impedir que a chama reacenda.

Os estudantes inicialmente tentaram apagar fogos com altas frequências, como 20 000 ou 30 000 Hz. Apesar de enxergarem as chamas vibrarem, elas não apagavam. Então, eles tentaram o oposto: com ondas na faixa de 30 a 60 Hz, os incêndios se extinguiam. O som é inaudível para seres humanos.

O próximo desafio foi criar algo portátil e barato, como um extintor, mas que também pudesse criar a onda sonora na frequência correta, algo que a dupla conseguiu com a ajuda de um osciloscópio que media as ondas. Robertson e Tran conectaram um gerador de frequência a um pequeno amplificador, e ligaram o amplificador a uma pequena fonte de energia. Tudo isso é ligado em colimador, que limita a onda de som a uma área menor, tornando-a direcionável.

Apesar de ter sido originalmente criado como uma ferramenta para extinguir pequenos incêndios, os estudantes acreditam que o sistema possa ser usado em outras situações, como em espaçonaves ou florestas. O Corpo de Bombeiros da Virginia já entrou em contato com os jovens para testar o aparelho em incêndios maiores.

 

fonte

http://info.abril.com.br/noticias/ciencia/2015/03/estudantes-criam-aparelho-que-apaga-incendios-com-ondas-sonoras.shtml