Dez patentes sobre controle subliminar da mente

Embora questionada por estudos em neurociências e psicologia cognitiva e proibida por leis e códigos de comunicação e consumo, as formas subliminares de controle da mente e do comportamento se expandem. Pelo menos é o que demonstram o crescimento do número de patentes registradas no The United States Patent and Trademark Office sobre técnicas, sistemas e dispositivos subliminares de indução e monitoramento da mente. Isso sem falar da expansão do “neuromarketing” onde novas empresas surgem para explorar as potencialidades subliminares e comerciais de músicas, sons e aromas, como uma nova e ainda imprecisa ciência. O crescimento das patentes confidenciam a ascensão de uma nova forma de controle social, cada vez mais abusiva e invasiva.
Na maioria dos países o uso de mensagens ou publicidade subliminar é proibido por lei e por códigos deontológicos dos profissionais de comunicação. Embora estudos recentes da psicologia cognitiva demonstrem que a possível influência e poder de manipulação dessas estratégias subliminares sejam muito inferiores à expectativa criada, o fato é que na atualidade vendem-se técnicas que são agora nomeadas como “neuromarketing”: “arquitetura de áudio” para estimular vendas em lojas, aromas subliminares vendidos por empresas para criar estados emocionais em consumidores, vídeos subliminares com programas terapêuticos do gênero como emagrecer ou como parar de fumar etc.
Existe pouca literatura confiável sobre o tema, onde se misturam teorias conspiratórias com repetitivos exercícios de psicologia gestalt, como o caso de Wilson Bryan Key que teria descoberto inúmeras mensagens ocultas em anúncios publicitários de uísque associados a sexo e morte em cubos de gelo (CHEN, Adam. Expert discusses the effects of subliminal advertising In: The Tech – on line edition). Na Internet, sites e blogs sobre o assunto mostram intermináveis exemplos de imagens ocultas em anúncios e desenhos animados que mais se assemelham ao teste projetivo de Rorschach – pranchas com manchas de tinta cuja interpretação revelaria projeções de aspectos da personalidade.

 

John Vicary fala à FCC (Federal
Communication Comission) dos EUA em 1958
Porém, há um crescente número de patentes norte-americanas registradas sobre técnicas subliminares de sugestão e controle do comportamento e da mente. Desde que o especialista em marketing John Vicary fundou a empresa “Subliminal Projection Company” em 1957 e revelou para a imprensa que teria patenteado uma técnica de vendas por “projeção subliminar”, cresce o número de patentes nessa área, registradas ou por inventores ou por empresas.
Neurocientistas e psicólogos são unânimes em afirmar que o inconsciente não é facilmente manipulável, ou seja, estímulos subliminares não poderiam fazer o consciente a fazer algo que julgue errado ou que realmente não queira.
Porém, as inúmeras patentes registradas parecem confidenciar que suas invenções poderão eventualmente atrair o interesse de empresas e corporações. Mais do que isso, são sintomas de uma era onde os direitos básicos do indivíduo estão sendo corroídos em nome das exigências por segurança, combate à criminalidade, medidas anti-terrorismo e vigilância. Corporações se aproveitariam dessa atmosfera para aplicar técnicas comerciais cada vez mais invasivas. Como o leitor poderá observar na lista abaixo, muitas dessas patentes têm objetivos terapêuticos, anti-crime ou anti-furtos, mas seus projetos de dispositivos e sistemas tem um evidente appeal de controle social e abuso dos direitos de privacidade.
Atingir o sistema límbico e o centro emocional do cérebro conectado à amídala e a estrutura do hipocampo (estruturas que influenciariam nosso comportamento, humor e memória) seria o objetivo central de uma ciência imprecisa, mas levada a sério por empresas como a Muzak (empresa norte-americana especializada em “arquitetura de áudio” onde músicas ambientes são criadas para objetivos subliminares comerciais) e a ScentAir (utilização de perfumes e aromas para objetivos mercadológicos).
Abaixo uma pequena amostra das centenas de patentes com técnicas, sistemas e dispositivos de controle subliminar da mente. Dez patentes onde se percebe o esforço em trazer precisão e cientificidade a uma área ainda marcada pela imprecisão e acerto-erro e, por isso, cercada de mistérios e conspirações.

Patentes sobre Controle Subliminar da Mente do The United States Patent and Trademark Office:

 

1 – US Patent # 6,506,148 (14/01/2003) Manipulação do Sistema Nervoso por Campos EM através de Monitores: LOOS, Hendricus.

Resumo: Efeitos psicológicos foram observados no comportamento humano em reposta a estímulos na pele através de campos eletromagnéticos fracos pulsando em uma frequência em torno de ½ Hz ou 2,4 Hz, produzindo ressonância sensorial. Muitos monitores de computadores e tubos catódicos de TV, quando exibem imagens, emitem campos eletromagnéticos de suficiente amplitude para causar tal excitação. Dessa maneira, é possível manipular o sistema nervoso humano por imagens pulsantes exibidas por um monitor de TV ou computador. Uma imagem pulsante pode ser inserida em um programa, ou pode ser sobreposta através de um vídeo em fluxo modulado, seja como um sinal em RF ou como sinal de vídeo. A imagem exibida em um monitor de computador pode ser pulsada efetivamente através de um simples programa. Para certos monitores, campos eletromagnéticos pulsados ​​são capazes de produzir ressonâncias sensoriais nas proximidades, mesmo que as imagens exibidas sejam pulsadas com intensidade subliminar.
 

2 – US Patent # 6.091.994 (18 de julho de 2000) Manipulação Pulsátil do Sistema Nervoso: LOSS, Hendricus.

Resumo: Método e aparelho para manipular o sistema nervoso por transmitir arrefecimento pulsátil subliminar para a pele do paciente com uma frequência adequada para a excitação de uma ressonância sensorial. Atualmente, duas ressonâncias principais sensoriais são conhecidas, com frequências próximas de 1/2 Hz e 2,4 Hz. A ressonância sensorial 1/2 Hz provoca o relaxamento, sonolência, ptose palpebral, um sorriso tônico, um “nó” no estômago, ou de excitação sexual, dependendo da frequência exata utilizada. A ressonância Hz 2.4 faz com que o abrandamento de certas atividades corticais e é caracterizado por um largo incremento do tempo necessário para silenciosamente contar para trás de 100 a 60, com os olhos fechados. A invenção pode ser usada pelo público em geral para induzir relaxamento, sono e excitação sexual e clinicamente para tratamento de tremores e de desordens sistêmicas como ataques de pânico.
 

3 – US Patent # 4.395.600 (26/07/1983) Sistema e Método Subliminar de Mensagem Auditiva: LUNDY, Rene L. et al.

Sinais de som ambiente da área de compras ao cliente dentro de uma loja são detectados e transmitidos a um circuito de processamento de sinal, que produz um sinal de controle que varia de acordo com variações na amplitude dos sinais de áudio detectados. Um circuito de controle ajusta a amplitude de uma mensagem anti-furto subliminar auditivo a aumentar com o aumento das amplitudes dos sinais de áudio detectados e diminuir com a diminuição da amplitude dos sinais de áudio detectados. Esta amplitude de mensagem subliminar controlada pode ser misturada com a música de fundo e transmitida para a área de compras. Para reduzir a distorção da mensagem subliminar, a sua amplitude é controlado para aumentar a um ritmo mais lento do que o primeiro, a taxa de aumento da amplitude dos sinais de som ambiente da área. Além disso, a amplitude da mensagem subliminar é controlada para reduzir a uma segunda velocidade mais rápida do que a primeira taxa de ambiente com a diminuição da amplitude do sinal de áudio, para minimizar a possibilidade de se tornar a mensagem subliminar em supraliminar sobre quedas rápidas em ambientes amplitudes de sinal de áudio na área. Um sinal de mascaramento é fornecido com uma amplitude, que é também controlada em resposta à amplitude dos sinais de áudio detectado ambiente. Este sinal de mascaramento pode ser combinado com a mensagem subliminar auditivo para proporcionar um sinal composto alimentado e controlado por circuito de controle.
 

4 – US Patent # 6.488.617 (03 de dezembro de 2002), Método e Dispositivo para Produzir um Estado Cerebral Desejado, KATZ, Bruce.

Resumo: Um método e um dispositivo para a produção de um estado do cérebro desejado num indivíduo. Contem meios para monitorar e analisar o estado do cérebro enquanto que um conjunto de vários imãs produz campos que alteram esse estado. Um sistema computacional altera diversos parâmetros dos campos magnéticos, a fim de fechar a lacuna entre o estado do cérebro real e o desejado. Este processo de retorno funciona continuamente até que a diferença é minimizada e / ou removidos.
 

5 – US Patent # 6.052.336 (18 Abril de 2000), Aparelho e Método de Transmissão de Áudio Usando ultrassom como um Portador.

Resumo: Uma fonte transmite um sinal ultrassônico, que é de amplitude e/ou frequência modulada com um sinal de entrada de informação proveniente de uma fonte de entrada de informações. O sinal modulado, que pode ser amplificado, é então transmitido através de uma unidade de projetor, após o que uma pessoa ou grupo de pessoas situadas na região de difusão detectam o som.
 

6 – US Patent # 5.649.061 (15 de julho, 1997) Dispositivo e método para estimar uma decisão Mental: SMYTH, Christopher.

Resumo – Dispositivo e método para estimar uma decisão mental para selecionar um sinal visual de fixação dos olhos do espectador e correspondente evento único potencial evocado pelo cérebro. O dispositivo compreende um “eyetracker”, um processador de sinais biológicos eletrônico e um computador digital. O “eyetracker” determina a direção de visualização instantânea a partir de medições das medidas oculares e a posição de cabeça e sensor de orientação. O processador eletrônico calcula continuamente o potencial cerebral a partir de medições na superfície do couro cabeludo na sequência de correções por artefatos electrooculográfico, electromiográfico e electrocardiográfico. O computador digital analisa os dados de direção de visualização para a fixação e, em seguida, extrai o evento correspondente cerebral. As propriedades de fixação tais como duração, início, fim e contagem de fixação do olhar, e a representação paramétrica do potencial evocado são todas enviadas para uma rede neural artificial resultando em uma estimativa do interesse seletivo sob o ponto do olhar. A rede neural artificial é off-line antes da aplicação para representar as decisões mentais do espectador. O dispositivo pode ser usado para controlar máquinas computadorizadas a partir de um monitor de vídeo que determina para onde o espectador está olhando, fazendo em seguida uma estimativa de seleção, relacionado com a tarefa de um comutador seletor.
 

7 – US Patent # 5.539.705 (23 julho de 1996), Tradutor Ultrassônico e Sistema de Comunicações, Martin Marietta Energy Systems, Inc com o apoio do governo sob contrato DE-ACO5-840R2l400, emitido pelo Departamento de Energia dos EUA.

Resumo: Um sistema de comunicação sem fio, indetectável pelos métodos de rádio-frequência, para a converter sinais de áudio, incluindo voz humana, para sinais eletrônicos na faixa de frequência ultrassônica. Transmissão do sinal de ultrassom por meio de ondas de pressão acústica através de um meio de transporte, incluindo gases, líquidos e sólidos, e reconversão das ondas de pressão acústica de ultrassom de volta para o sinal de áudio original.
 

8 – US Patent # 5.507.291 (16 de abril, 1996), Método e Aparelho Associado para Remotamente Obter Informações sobre Estado Emocional de um Indivíduo – STIRBL, et. al.

Resumo: Método para determinar remotamente a informação relacionada com o estado emocional de uma pessoa através de uma energia em forma de onda, tendo uma frequência pré-determinada e uma intensidade predeterminada. É gerada e transmitida sem fios para um objeto localizado remotamente. A forma de onda da energia emitida a partir do objeto é detectada e automaticamente analisada ​​para derivar informação relacionada com o estado emocional do indivíduo. Parâmetros fisiológicos ou físicos como pressão arterial, frequência cardíaca, o tamanho da pupila, a taxa de respiração e nível de transpiração são medidos e comparados com valores de referência para fornecer informação utilizável em avaliar as respostas do entrevistado ou intenção possivelmente criminosa em áreas sensíveis de segurança.
 

9 – US Patente # 5.159.703 (27 de outubro de 1992), Sistema Silencioso de Apresentação Subliminar, BACKUS, Alan, et. al.

Resumo: Um sistema de comunicação silencioso por meio de transmissão anão aural, na faixa de frequência de áudio muito baixa ou muito alta ou no espectro de frequência ultrassônica adjacente. São amplitudes ou frequência moduladas de acordo com o propósito desejado e propagadas acusticamente ou vibracionalmente, para indução no cérebro.
 

10 – US Patent # 5.017.143 (21 de Maio, 1991), Método e Aparelho para Produzir Imagens Subliminares – Popeil Industries Inc., Beverly Hills, CA.

Resumo: Método e aparelho para produzir comunicações visuais subliminares mais eficazes. As imagens gráficas e/ou texto, apresentado por períodos de menos de um frame de vídeo, em intervalos rítmicos organizados, os intervalos rítmicos visa influenciar a receptividade do usuário, humor ou comportamento.
Fonte: HOWARD, Martin. We Know What You Want – How they change your mind. New York: Desinformation Co., 2005.
RUSHKOFF, Douglas. Coercion: Why We Listen to What “They” Say. Riverhead Trader, 2000.
The United States Patent and Trademark Office: http://www.uspto.gov/
fonte