Bandeira que a humanidade poderá fincar quando conquistar outro planeta

Quando o homem chegou à Lua, o “salto gigantesco para a humanidade” citado pelo astronauta Neil Armstrong na verdade foi um marco meramente americano: o hino americano soou pelas crateras logo após o pouso e, até hoje, seis bandeiras listradas dos Estados Unidos flamulam, um tanto desbotadas, na superfície lunar.

Como a humanidade pretende desbravar outros planetas e galáxias, não seria mais correto se um pavilhão representando todos os países do planeta fosse hasteado na superfície de Marte, por exemplo? Pensando nisso, um designer gráfico resolveu imaginar como seria essa bandeira única do Planeta Terra a ser enviada nas futuras missões.

Em um projeto chamado “A Bandeira Internacional do Planeta Terra”, Oskar Pernefeldt criou uma bandeira e imaginou seu uso em diferentes situações, pensando até em como ela seria usada em uma espécie de competição esportiva interplanetária (!).

Foto por: Divulgação

A bandeira é azul com uma série de círculos brancos que se interseccionam no centro do pavilhão. Pernefeldt afirma ter escolhido essa cor por causa da grande massa de água que cobre o planeta Terra. Mas a tonalidade foi decidida pensando em como ela iria constrastar com o preto do espaço e o branco do uniforme dos astronautas.

Os sete anéis, representando os continentes, devem remeter a uma flor, símbolo da vida na Terra. “Os anéis estão unidos uns aos outros, o que representa como tudo em nosso planeta, direta ou indiretamente, está ligado”, diz o site do projeto.

Foto por: Divulgação

FONTE