A Origem das Marcas – Evernote

A empresa americana EVERNOTE, uma das mais inovadoras do mundo, propõe ajudar o mundo a lembrar de tudo, a se comunicar de forma eficiente, concluir tarefas e manter-se organizado e produtivo através de aplicativos que estão definindo a maneira como as pessoas e as equipes trabalham. Sendo um espaço de trabalho único que gira em torno do telefone, tablet ou computador, o EVERNOTE é o melhor local para escrever, reunir informações, encontrar o que precisa e apresentar ideias ao mundo. Seja no que for que você esteja trabalhando para alcançar, o aplicativo tem como missão garantir que você chegue lá. Em um mercado onde todo serviço é social, o aplicativo orgulha-se de ignorar seus contatos. O EVERNOTE não liga para os seus amigos, só para você e suas coisas.
A história 
Tudo começou com o russo Phil Libin, que havia abandonado o curso de ciências da computação na Universidade de Boston para fundar empresas de comércio eletrônico e softwares de segurança, que posteriormente seriam vendidas. Ele estava trabalhando em sua terceira startup para criação de um aplicativo de notas, quando ficou sabendo de outra equipe desenvolvendo um software similar. E pensou, por que não unir esforços. E foi exatamente isso que ele fez ao se juntar a Stepan Pachikov (doutor em lógica difusa pela Academia das Ciências da antiga União Soviética) e Aron Katz na empresa EVERNOTE, que havia sido oficialmente constituída no dia 1 de julho de 2007 para desenvolver o ambicioso projeto. Finalmente no dia 24 de junho de 2008 o EVERNOTE foi lançado publicamente em sua versão beta. E tinha um objetivo ousado: criar um cérebro externo que tornaria todos mais inteligentes. Seu grande atrativo: fazer as notas armazenadas no aplicativo serem acessadas no computador, no smartphone ou no tablet das mais variadas plataformas. Mais que um bloco de notas, a ideia por trás do produto era muito mais ampla. Ele nasceu para ser um cérebro externo, com o objetivo de ampliar a inteligência e capacidade humana.
Diferentemente do que pode se imaginar, o início não foi tão brilhante. As primeiras tentativas da empresa para levantar investimentos fracassaram. O apoio foi surgindo aos poucos através de seus usuários, que começaram a perceber grande utilidade na ferramenta, pagando para obter todos os recursos. Milhares de usuários gratuitos se converteram em assinantes pagos do serviço, ampliando assim sua base, o que atraiu os olhos de investidores para a capacidade de gerar receita da empresa. Os investimentos começaram em 2010, provando que seu modelo de negócios poderia ser rentável. Desde então foram mais de US$ 290 milhões em investimentos.
Essas rodadas de investimentos permitiram ampliar o dinheiro empregado na melhoria do aplicativo e em marketing, criar novos e melhores produtos, aumentar a presença internacional e expandir a plataforma com aquisições estratégicas, como por exemplo, o Skitch, que facilita a criação, formatação e edição de imagens, especialmente anotações ou legendas. O aplicativo, que surgiu como um serviço de bloco de notas na nuvem para armazenar dados relevantes, passou então a ser um bloco de notas multimídia, que coleta e guarda na nuvem fotografias, páginas da internet e gravações de áudio, além de texto, para referência futura, e sincroniza tudo em laptops, tablets e smartphones. Também levou a empresa a lançar uma versão do programa para uso corporativo. Batizado de EVERNOTE BUSINESS conecta-se com o sistema empresarial desenvolvido pela Salesforce, uma das empresas líderes em gerenciamento do relacionamento com os clientes. A ideia é facilitar a vida de quem precisa “caçar” informações relativas de um cliente que estão espalhadas pela empresa. Em 2013 a empresa anunciou novos recursos para o aplicativo: Context, onde através de uma aliança com a empresa de conteúdo Dow Jones oferece informação relevante e contextualizada aos usuários; e Work Chat, que permite as pessoas que trabalham em um mesmo projeto se comunicarem entre si e colaborarem nas notas do grupo e individuais.
O modelo de negócios da EVERNOTE é oferecer um produto gratuito, dando a opção para o usuário pagar ou não por uma experiência mais completa através de uma conta premium. Desta forma, busca satisfazer o cliente a ponto de convencê-lo a pagar pelo serviço. Para a empresa os produtos são secundários. O objetivo primário deles é estabelecer uma cultura e modelo de negócios voltados à inovação. Isso não significa que a empresa irá deixar o famoso aplicativo de lado, muito pelo contrário, todo esse potencial inovador será voltado à melhoria dos produtos. A sede da empresa está localizada em Redwood City, no coração do Vale do Silício, na Califórnia. Seguindo o padrão da região, na sede da empresa não há salas especiais para executivos. A mesa do CEO da empresa é mais uma em meio a várias outras. Pode-se desenhar nas paredes e as férias são ilimitadas, desde que o funcionário cumpra seu trabalho. O objetivo das regalias é ter uma equipe empenhada em aperfeiçoar o bloco de notas e outros sete produtos secundários da empresa, entre os quais EVERNOTE FOOD, aplicativo para armazenamento de experiências com comida; EVERNOTE HELLO, uma agenda de contatos; e EVERNOTE CLEARLY, que permite salvar postagens de blogs, artigos e textos da internet para lê-los em qualquer lugar.
O enorme envolvimento dos fãs resultou em uma base de usuários tão fervorosos que a empresa “nomeia” alguns dos mais ativos como “embaixadores”, para ajudar a acelerar a adoção do aplicativo por mais pessoas. Alimentado por este boca a boca, a empresa mantém um ritmo constante de crescimento, com 100 mil novos usuários por dia. Uma parcela mínima deste grupo paga pelo EVERNOTE, o que ainda torna o serviço deficitário. Foi justamente por isso, para fazer com que se pague, a empresa apostou no lançamento de uma versão para grandes empresas. No Brasil a plataforma oferece três tipos de serviço, sendo o mais básico gratuito, outro com assinatura premium de R$ 10 por mês e o terceiro voltado para o mercado corporativo, com um custo de R$ 20 por mês. Diferente de serviços de armazenamento em nuvem, como por exemplo, Dropbox e Google Drive, o EVERNOTE pretende ser uma ferramenta de trabalho para indexação e troca de dados e informações.
Dados corporativos 
● Origem: Estados Unidos 
● Fundação: 1 de julho de 2007 
● Fundador: Aron Katz, Stepan Pachikov e Phil Libin 
● Sede mundial: Redwood City, Califórnia, Estados Unidos 
● Proprietário da marca: Evernote Corporation
● Capital aberto: Não
● Chairman: Aron Katz 
● CEO: Phil Libin
● Faturamento: US$ 100 milhões (estimado)
● Lucro: Não divulgado
● Usuários: 120 milhões 
● Presença global: 90 países 
● Presença no Brasil: Sim 
● Maiores mercados: Estados Unidos, China, Brasil e Japão 
● Funcionários: 450 
● Segmento: Tecnologia 
● Principais produtos: Aplicativos e softwares
● Concorrentes diretos: Microsoft, Google, Igloo e Wrike 
● Ícones: O elefante 
● Slogan: Remember everything. 
● Website: www.evernote.com
A marca no mundo
Atualmente são mais de 120 milhões de usuários em 90 países ao redor do mundo que utilizam os aplicativos e produtos da EVERNOTE. Apesar da empresa estar sediada nos Estados Unidos, grande parte de seus usuários não se concentram na América do Norte. A região com mais consumidores é a Ásia-Pacífico, com mais de 35 milhões de usuários. Depois aparecem Europa, Oriente Médio e África, com 31 milhões, e – aí sim – Estados Unidos e Canadá, com mais de 27 milhões. Na América Latina são 8 milhões de pessoas. Só no Brasil, que está entre os três mercados mundiais para a empresa, são mais de 3 milhões de usuários, o que torna o país um dos mais importantes e interessantes para a EVERNOTE. Hoje em dia o EVERNOTE é o quinto aplicativo mais baixado do mundo. Apesar de não ser rentável até hoje, a empresa está construindo as fundações para garantir o fluxo positivo de caixa, com novos produtos, novos mercados e ampliação da base de usuários.
Você sabia? 
● O EVERNOTE é tão popular no Japão que existem mais de 30 livros que ensinam como usar o aplicativo.
● A empresa tem sua própria nuvem, investe muito em segurança e, sobretudo, não faz publicidade em seu aplicativo.
● Elefantes são famosos por terem uma ótima memória. Na verdade, eles nunca se esquecem. E, não por coincidência, o símbolo do logotipo do EVERNOTE é um elefante.
fonte